quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Em Coelho Neto, safristas do grupo João Santos, reivindicam direitos trabalhistas protestando.

Nesta quarta-feira, 11 de outubro os trabalhadores safristas do da Itajubara empresa do Grupo João Santos, em estiveram em protesto na sede da empresa, reivindicando seus direitos trabalhistas.


Estes trabalhadores são os que trabalharam na safra 2017; embora a moagem tenha acabado o grupo ainda não pagou os trabalhadores o restante de seus salários e as rescisões.

Revoltados eles atearam fogo em pneus, tentaram impedir que funcionários entrassem na empresa, e no final do dia derrubaram o portão de entrada e invadiram. O clima ficou tenso.

Segundo os manifestantes, a proposta da empresa é de pagar 50% do valor devido e o outro 50% na safra de 2018. Proposta essa que gerou revolta entre os trabalhadores, que exigem que seus direitos sejam respeitados.


Nesta quinta-feira, a se houver uma solução para o problema a situação pode se complicar.  
Fonte de informações e foto, Blog Diário de Notícias. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário