terça-feira, 7 de março de 2017

Rafael Cruz lamenta o fracasso do início do ano letivo em Coelho Neto.

O vereador Rafael Cruz, líder do PMDB na câmara, usou o grande expediente, na sessão desta segunda-feira, 6 de março, para lamentar profundamente, o que chamou de “fracasso” o início do ano letivo do governo do prefeito Américo de Sousa, PT, que era para ter começado nesta segunda-feira.
Vereador Rafael Cruz, PMDB. 

O vereador Rafael Cruz lamentou profundamente ver hoje, o carro chefe da história política de Américo de Sousa, a “educação” em situação duvidosa. Para o Edil, a educação não estar sendo prioridade na chegada de Américo à prefeitura.

Em aparte ao vereador Rafael cruz, o vereador, Reginaldo Jansen, o Cará, também do PMDB, disse que continua otimista e acredita que o governo vai “acertar”. Já Rafael foi mais contundente quando disse, que não acredita num sucesso da gestão de Américo de Sousa.

Ainda em sua fala, Rafael disse que a sua voz ali, estava representando muitos coelhonetenses que são pais de alunos que ficaram preocupados com o futuro de seus filhos, com a forma melancólica de início do ano letivo.

Ninguém dentre os vereadores da base aliada, teve argumento o suficiente que justificasse o porquê o ano letivo não teve um começo retumbante em Coelho Neto, num governo de quem é professor, e teve toda a sua trajetória de vida pautada na educação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário